Resumo

A tradução de um texto qualquer deve levar em conta não somente os aspectos gramaticais e semânticos, mas também um conhecimento acerca da cultura da língua original e do contexto da obra trabalhada. Esta comunicação visa questionar a tradução da conjunção ἀλλά (allá), em grego, pela adversativa ‘mas’ em português, considerando o todo da mensagem expressa pelo Pai Nosso, o contexto, bem como outras possibilidades de usos do ἀλλά (allá) que não apenas o do caráter adversativo.

Palavras-chave – grego bíblico: traduções, cristianismo primitivo, análise comparativa.

Acesse a comunicação na íntegra: comunicacao.LLDamasco