“Pouco mais de dois séculos atrás – em 1806, precisamente – o diplomata britânico Thomas Bruce obteve autorização do sultão para transportar até Londres “algumas peças” retiradas da Acrópole. Aproveitando a ambiguidade do texto, ele carregou em seu navio um valioso tesouro, cuja devolução a Grécia reclama nos dias de hoje.

Trata-se de grande parte dos…”

Vide notícia completa no site da Coletividade Helênica: http://www.helenica.com.br/n_tesouro%20grecia.html

Anúncios